praias do brasil

As 10 melhores Praias do Brasil na minha opinião!

Com mais praias que você pode imaginar, o Brasil possui lindas areias douradas, mares azuis e esse fator extra de uau…

O equivalente brasileiro da expressão britânica “Apenas minha xícara de chá” é “E Minha praia” (“Essa é a minha praia”), o que lhe diz tudo o que você precisa saber sobre os dois países “valores culturais relativos. Os brasileiros podem falar por horas sobre a sua faixa favorita, nenhum lugar é mais estreitamente associado com a praia como estilo de vida do que o Brasil, e as areias douradas fornecer muitos dos ícones culturais do país: The Girl from Ipanema, Havaianas, fio dental (“fio dental”) biquínis, Copacabana …

Com 8.000 quilômetros de costa e milhares de praias para escolher – a maioria deles encontra-se debaixo das palmeiras nos trópicos – pedimos 10 especialistas para escolher seus favoritos, a partir de uma praia fluvial na Amazônia até uma das cidades de praia mais badalados do país, Florianópolis.

praias do brasil

Melhores Praias em Minha Opinião

1 – Alter do Chão, Pará

Melhor praia do Brasil não está no Rio de Janeiro ou do Nordeste banhada pelo sol. Não é mesmo na costa. É em um rio no coração da floresta amazônica. Cerca de 30 km da cidade floresta de Santarém, Alter do Chão é a resposta da selva para o Caribe. Depois de uma semana escondido na selva, Alter do Chão é o lugar perfeito para relaxar: você pode relaxar nas praias de rio de manhã, gorge em um peixe grelhado local na parte da tarde e retirar-se para uma das muitas pousadas charmosas da região À noite. Muitas vezes as pessoas chamam a Amazônia úmida e densa o “inferno verde”. Alter do Chão é o seu paraíso dourado.

2 – Fernando de Noronha

Paraíso é a palavra mais utilizada para descrever Fernando de Noronha, um arquipélago 350 km ao largo da costa nordeste do Brasil. Encontrar uma bela praia é uma tarefa fácil na pequena ilha vulcânica, mas visitar três é obrigatório: Praia do Sancho, que é alcançado através de uma rachadura em uma parede de pedra; Baía dos Porcos (Baía de porco), um lugar de beleza surpreendente e grande para a natação; e Atalaia, uma piscina natural de água salgada com abundante vida marinha. Todos têm translúcidas águas, e porque o número de turistas para as ilhas são rigorosamente controlados, é fácil de detectar tartarugas, polvos, uma infinidade de peixes e até tubarões. A cadeia alimentar em Noronha é bem preservado, assim tubarões são menos perigosos do que aqui existem em outros lugares.

3 – Praia do Toque, Alagoas

São Miguel dos Milagres franjas 15 quilômetros de praias protegidas por recifes e tanto a falta de uma estrada – a principal estrada costeira transforma o interior, e apenas aqueles que a conhecem pegar a estrada local que leva a uma floresta de coqueiros e aldeias espalhadas. O mar é sempre quente; até 36ºC na maré baixa no meio da tarde – de talassoterapia de graça! Criar base na Praia do Toque e andar pelas areias nas proximidades. Vinte minutos ao norte do rio Tatuamunha é, um santuário para peixes-boi. Quarenta minutos a sul são duas perfeitas crescentes: São Miguel e Praia do Riacho. Na maré baixa contratar um Jangadeiro (um pequeno barco de pesca tradicional) e de cabeça para as piscinas de maré.

4 – Taipus de Fora, Península de Maraú, Bahia

O litoral de 1.100 quilômetros do estado da Bahia é salpicado com praias espetaculares. Eu amo caminhadas longas praia eo meu favorito é Taipus de Fora, na Península de Maraú. A longa extensão de praia termina em um promontório onde belas piscinas naturais são expostos pela maré vazante, revelando uma enorme piscina natural protegido, oferecendo maravilhoso snorkeling e peixes tropicais. Do Sul, além do promontório, a praia de areia vai sobre e sobre, e eu ando mais e mais, parando para um mergulho refrescante. Na minha volta, eu sempre parar no Bar das Meninas, um fresco bar restaurante localizado em frente à piscina recife com um menu de frutos do mar criativo, cocktails arejados e cervejas frescas. Maraú é uma palavra indígena que significa “luz do sol ao amanhecer” o. Ainda mais espetacular, porém, é a luz no crescente da lua cheia. Aqui a lua parece mais próxima e maior do que deveria ser, inundando a praia e piscinas de maré na luz macia.

5 – Caraíva, Bahia

Há um ditado com praias brasileiras remotos: primeiro ir os hippies, então os yachties, em seguida, os franceses … Caraiva ainda está em fase de happy-hippy de descoberta e mesmo assim, apenas por um breve período no verão. Sem transporte motorizado é possível em Caraiva assim os sons que prevalecem são a brisa nas árvores altas amêndoa ea expiração de uma dúzia de mulas que puxam os carros pequenos que são a única alternativa para caminhar. A praia se estende ininterruptamente por mais de um dia de caminhada em qualquer direção – norte até a aldeia tão apregoado de Trancoso e sul de Corumbau. Areias douradas levam até a água onde um surf empresa empurra implacavelmente contra a costa e fornece a trilha sonora do punhado de bares de praia idílica. E depois, claro, há os postes que lembrá-lo de que você está no Brasil.

6 – Arpoador, Rio de Janeiro

No final de Ipanema quando as curvas de trânsito rodada de Copacabana, os pedestres podem continuar caminhando para Arpoador. A continuação da praia de Ipanema, Arpoador termina com uma manchete rochoso alto, uma subida de 60m fácil, oferecendo uma vista deslumbrante de toda a extensão do Ipanema, Leblon e da famosa montanha Dois Irmãos. A partir dos degraus de madeira pavimento levá-lo até a praia de areia, um favorito entre os surfistas, surfistas do corpo e banhistas locais (a maioria dos turistas furar a Ipanema ou Copacabana). Arpoador é uma das poucas praias que é iluminada à noite para um mergulho noturno também é uma possibilidade. Termine o dia a beber uma caipirinha e mordiscando um pastel de camarão em uma das mesas ao ar livre no restaurante Azul Marinho, o único restaurante à beira-mar na Praia do Arpoador e Ipanema, com uma fantástica vista para o mar, onde você também pode assistir a grupos de crianças locais que praticam capoeira e pequenos grupos de músicos.

7 – Lopes Mendes, Ilha Grande, Estado do Rio

Ilha Grande – grande ilha – é o lar de Lopes Mendes, a praia dos seus sonhos, uma varredura de 3 quilômetros a mais branca, mais fina areia que se estende a uma calma, cristal azul oceano. Com não um edifício ou restaurante à vista, Lopes Mendes é forrado com palmeiras e amendoeiras que oferecem apenas um pouco de sombra. Banhistas terá de tomar uma abundância de protetor solar, lanches e um bom livro – embora há sempre um par de bebidas vendedores futilidades cervejas geladas. Chegando lá envolve uma viagem de ônibus de três horas do Rio a Angra dos Reis, em seguida, um hop no ferry para a Ilha Grande. Uma viagem cênica 40 minutos de barco leva você a Abraão, a única cidade da ilha. Uma vez em Abraão tomar um pequeno barco-táxi para praia Manges, a última parada do barco antes de Lopes Mendes. Aterragem na praia, caminhar por cima de uma colina e, em seguida, para baixo através de uma pequena floresta para a praia. Como você anda fora da floresta, a praia fica bem em frente de você em toda a sua glória.

8 – Praia da Fazenda, estado de São Paulo

A meio caminho entre duas das maiores cidades da América Latina, Rio de Janeiro e São Paulo, mas verdadeiramente um mundo à parte, encontra-se uma das grandes jóias naturais do Brasil, onde protegidas, densamente florestada montanhas costeiras cair vertiginosamente em praias e mar azul. Arcos Praia da Fazenda sem esforço em toda a ampla baía da pequena vila de pescadores, tradicional de Picinguaba. Wade outro lado do rio – pegar um flash de martim-pescador verde entre os manguezais – e duas milhas da praia deserta mentira adiante. Para sua floresta ininterrupta direita e montanhas; à sua esquerda a baía, espalhados palma cobriu ilhas e peixes jumping. Coisas que eu amo sobre este lugar: correndo ao amanhecer você se sentir como a única pessoa por cem milhas; a deliciosa primavera fria, natural na extremidade; a ascensão suave e abrigo que oferece um local perfeito para o surf longboard; e assistindo a um cardume de golfinhos de um caiaque, e uma vez até uma baleia!

9 – Bonete, estado de São Paulo

Você vai ter que andar uma maneira justa para chegar a sua praia – mas não pense nisso como um castigo. Para mim, o caminho é a melhor parte, como você passar cachoeiras e caminhar na sombra da Mata Atlântica, a diminuição floresta costeira virgem do Brasil. Meia hora antes do final da caminhada 15 km você vai ver a praia de Bonete: é isso que o Brasil deve ter parecido para o Português, quando chegou pela primeira vez mais de 500 anos atrás: mar apenas azul, areia dourada e verde floresta densa. Finalmente, a praia: uma tira de meia milha de areia ao lado de um estuário do rio, com boas ondas para o surf. Há uma pequena comunidade de pescadores que oferecem acomodações muito simples, ou você pode acampar (você deve ficar pelo menos dois dias). Para voltar ao Sepituba, em Ilhabela, há canoas e barcos (US $ 30pp) a menos que você aproveitar a caminhada, tanto quanto eu faço, e decidir retorno a pé, também.

10 – Lagoinha do Leste, Florianópolis, Santa Catarina

Florianópolis ilha tem mais de 42 praias de tirar o fôlego. Praia Mole, a mais popular no coração de “Floripa” e cercado por montanhas verdes, é onde a cabeça jovem e bonita. Mas o meu favorito é Lagoinha do Leste, uma praia deserta no sul da ilha, a uma hora de caminhada de distância. É uma das mais belas praias do Brasil, e apoiado por Mata Atlântica, com dunas, restingas, um lago e costa rochosa. Perfeito para camping (acampamento não, passo em qualquer lugar) ou para uma viagem de um dia. E depois a faixa ou o passeio de barco para trás, você pode terminar o dia comendo em Arantes, o restaurante de frutos do mar mais populares em Florianópolis.